Eneida Melo Correia de Araújo

Graduada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. Mestre e doutora em Direito também pela Faculdade de Direito da UFPE, havendo concluído os respectivos cursos em 1997 e 2001.

Ingressou como Juíza Togada na Magistratura Trabalhista da Sexta Região, mediante concurso de provas e títulos, no ano de 1980. Foi nomeada Desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região (TRT-PE) em 1999. Convocada por Atos da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho nos anos 2000, 2001, 2002 e 2003, para atuar na Corte em Brasília. Corregedora do TRT-PE no biênio 2004/2006. Diretora da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região, no biênio 2008/2009. Integrante do Conselho Executivo da Escola Judicial do TRT-PE para o biênio 2017/2019. Desembargadora presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região durante o biênio 2009/2011. Coordenadora do Colégio de Presidentes e Corregedores de Tribunais Regionais do Trabalho (Coleprecor), no exercício de 2010. Desembargadora Ouvidora do Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região, biênio 2015/2017, e Ouvidora Substituta para o biênio 2017/2019.

Membro da Comissão de Vitaliciamento do TRT da Sexta Região. Membro do Instituto Ítalo-Brasileiro de Direito do Trabalho. Membro do Instituto Pernambucano de Direito do Trabalho. Nomeada, em 2013, por meio de Ato Conjunto do TST/CSJT, para com por o Comitê Gestor do Programa Nacional de Resgate da Memória da Justiça do Trabalho.

Professora de Direito do Trabalho do Curso de Graduação da Faculdade de Direito. Autora de diversas obras didáticas; teses aprovadas em congressos jurídicos; monografias jurídicas premiadas. Publicou os livros Prescrição trabalhista – uma análise à luz da nova Constituição, pela editora Nossa Livraria (1989); As relações de trabalho – uma perspectiva democrática, pela LTr (2002). Realizou conferências e palestras. Tem trabalhos publicados em vários eventos. Participou de bancas examinadoras de concursos públicos de juízes do trabalho e de professores universitários e de bancas examinadoras para concessão de grau de mestre e doutor em Direito. Orientou dissertações e teses para obtenção dos graus de doutor e mestre.

Dentre outras comendas, foi agraciada com a Medalha da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, no Grau de Comendador, conferida pelo Tribunal Superior do Trabalho , em 2001; Medalha Conselheiro João Alfredo Corrêa de Oliveira, Categoria do Mérito Judiciário, conferida pelo Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região, em 1991; e Medalha Mulheres Heroínas de Tejucupapo, conferida pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Pernambuco, no ano de 2001.