Presidente do TRT-PE inaugura novas instalações do arquivo-geral

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região, desembargadora Gisane Barbosa de Araújo, inaugurou na manhã desta quarta-feira (01), em Vitória de Santo Antão, as novas instalações do anexo do arquivo-geral do Tribunal. A modernização da unidade, prevista no Projeto 19 do Planejamento Estratégico do TRT-PE, representa uma conquista para o Regional, que há nove anos vinha buscando os meios para ampliar a capacidade de armazenamento do arquivo-geral. “Essa solenidade simples marca a importância desse evento”, declarou a presidente, ressaltando o ganho socioambiental para os que trabalham diretamente no setor de documentação. “A equipe que sofre com os problemas diários do arquivo é que melhor poderá avaliar os benefícios dessa modernização no futuro”, afirmou.
 
Desembargadoras Gisane Araújo e Eneida Melo descerraram a placa de inauguração do anexo na manhã desta quarta (01)
 
A desembargadora Eneida Melo, uma das maiores entusiastas da gestão documental no Tribunal, integrante vitalícia do Fórum Nacional de Preservação da Memória da Justiça do Trabalho, enfatizou que a inauguração do anexo deixava a certeza de que o Tribunal não vai retroceder no que diz respeito à memória documental. “Essa é uma nova visão da Justiça do Trabalho, já se entende que é preciso investir na preservação desse patrimônio”, afirmou a magistrada, que descerrou a placa de inauguração ao lado da desembargadora Gisane Araújo.   
 
No espaço, um galpão de 2,7 mil metros quadrados, os processos foram retirados do chão e o armazenamento, verticalizado. “Em termos de concepção para arquivos intermediários, o nosso é top”, comemorou Marcília Gama, coordenadora de Gestão Documental e Memória do TRT-PE.  Marcília enfatizou o ganho ambiental com a modernização, graças às  prateleiras verticais, que permitem a livre circulação do ar, e o armazenamento dos processos em caixas de papelão craft, que mantêm a temperatura e protegem o papel dos fungos, poeira e ácaros.   
 
Empenho da equipe que trabalha no Arquivo-Geral foi ressaltado pelas desembargadoras e gestores 
 
Assim como as desembargadoras Gisane Barbosa e Eneida Melo, o coordenador do Arquivo-Geral, o servidor Marco Antônio Gomes dos Santos, salientou o empenho da equipe do setor, que vem enfrentando problemas infraestruturais sem perder o entusiasmo. “Não chegaríamos aqui se não fosse por eles”, reforçou. O Arquivo-Geral, que não tem número fixo de servidores, continuará sediado na Vara do Trabalho de Vitória, onde advogados e partes poderão solicitar os processos abrigados no anexo. “Nosso servidor trará a listagem de lá para cá, e aqui buscará os processos”, explicou Marco Antônio.
 
No discurso que proferiu na solenidade de inauguração, a desembargadora Gisane Barbosa de Araújo afirmou que, além da ampliação e modernização do Arquivo-Geral – uma conquista que ela, citando a irmã historiadora e antropóloga, valoriza pessoalmente -, a abertura da unidade também representou economia, já que o TRT entregou uma das casas que abrigava o anexo e já se prepara para entregar a outra, ambas em Vitória. Participaram da inauguração o diretor-geral Wlademir Rolim, o secretário-geral da Presidência, Sérgio Mello, o diretor da Secretaria Administrativa, André Pegado, a chefe do Setor de Gestão Socioambiental, Adriana Freire, o presidente da Comissão de Responsabilidade Socioambiental, Renatto Pinto, o coordenador da Coordenadoria de Planejamento Físico (CPLAN), Cláudio Menezes,  o diretor da Coordenadoria de Material, Murilo Leal, entre outros gestores.
 
Solenidade reuniu diretores e o staf da desembargadora Gisane Araújo, na última inauguração da sua gestão
 
 
Texto: Lydia Barros
Fotos: Paula Barreto