TRT-PE realiza descarte responsável de lâmpadas fluorescentes

Nessa segunda-feira (16), o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE), numa parceria entre a Comissão de Responsabilidade Socioambiental, o Setor de Gestão Socioambiental e a Coordenadoria de Engenharia de Manutenção (Cema), realizou a coleta de 3.836 lâmpadas fluorescentes que serão envidas para descarte adequado e reciclagem.

A iniciativa, alinhada ao objetivo estratégico de “Promover a cidadania, estimulando a responsabilidade socioambiental na governança institucional” e também ao Plano de Logística Sustentável do Tribunal, é pioneira no âmbito do Regional e vem da preocupação em realizar políticas eficientes de gerenciamento de resíduos de lâmpadas fluorescentes, devido a presença do mercúrio em sua composição. Esse metal possui toxidade reconhecida pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente e pode causar danos irreversíveis à saúde pública quando descartado de maneira inadequada.

O TRT-PE, como forma de evitar o descarte inadequado desses resíduos, vem estocando as lâmpadas fluorescentes inservíveis utilizadas em suas unidades administrativas e judiciárias. De acordo com as informações da Seção de Sistemas Elétrico, ligada à Cema, são descartadas, em média, mais de 1.500 lâmpadas por ano nos imóveis do Tribunal localizados na Região Metropolitana do Recife. A tendência é que essa demanda seja decrescente, tendo em vista a existência do trabalho da administração para promover a substituição das lâmpadas fluorescentes instaladas em todo o Regional por lâmpadas LED, que é uma tecnologia mais limpa e sustentável.

Texto: Iris Costa

Foto: Paula Barreto