PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO É IMPLANTADO EM PAULISTA

O Regional pernambucano já ultrapassou a meta de implantação do PJe estabelecida para 2012, que é de 10% das Varas

Aconteceu nesta segunda, 10, a cerimônia de implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe) no Fórum Trabalhista de Paulista. A cerimônia dirigida pelo presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região, desembargador André Genn, contou com a participação da corregedora regional, desembargadora Gisane Barbosa de Araújo, do presidente eleito para o biênio 2013/2015, desembargador Ivanildo da Cunha Andrade, do vice-presidente eleito, desembargador Pedro Paulo Pereira Nóbrega, dos juízes titulares das 1ª e 2ª Varas do Trabalho de Paulista, Marcílio Florêncio Mota e Maria Consolata Rego Batista, respectivamente, do juiz substituto do Fórum de Paulista Cirilo Cabral, do juiz presidente da Amatra VI, André Machado, além de advogados, servidores e autoridades locais.

Juiz titular da 1ª Vara de Paulista, Marcílio Florêncio, e corregedora, desembargadora Gisane Araújo, fazem o descerramento da placa

Durante discurso, a titular da 2ª VT de Paulista, juíza Consolata Batista apontou o processo de transformação sem precedentes por que passa o Judiciário, considerando tratar-se, tal avanço tecnológico, de um divisor de águas, uma verdadeira revolução na tramitação das ações. O presidente do TRT6, desembargador André Genn, ressaltou que, em 2012, até o momento onze Varas Trabalhistas já implantaram o PJe, o correspondente a quase 20% do total das VTs do Regional, ultrapassando os 10% determinados pela Meta 16 do CNJ, específica para a Justiça do Trabalho, e que a previsão, até o final do ano, é duplicá-la, atingindo 20% das VTs. O presidente lembrou, ainda, que, para dar conta das novas demandas da plataforma tecnológica, foram criados 57 novos cargos de tecnologia da informação, além de estarem sendo mobilizados profissionais especializados do próprio quadro funcional do TRT a fim de ser possível dar conta da gigantesca tarefa de criação e ampliação do sistema.

O primeiro processo eletrônico, autuado via PJe, foi distribuído para a 2ª Vara do Trabalho de Paulista e está com audiência marcada para o dia 12 de abril, às 8h35.

Juíza titular da 2ª Vara de Paulista, Consolata Rego Batista, e desembargador André Genn, diante de tela do PJe

Paulista - Quarta cidade com o maior número de habitantes da Região Metropolitana do Recife, a cidade do Paulista fica atrás apenas de Olinda, Jaboatão dos Guararapes e do Recife. As atividades econômicas são variadas, predominando as dos setores de comércio e indústria. Quanto à movimentação processual trabalhista, só em 2011, houve um aumento de 607 processos novos nas VTs da cidade, passando de 2.198, em 2010, para 2.805, no ano seguinte. Até outubro do ano de 2012, foram recebidas 2.401 novas ações trabalhistas, fato que sugere uma progressão anual no número de processos nas duas varas. Para acompanhar o crescimento e contribuir com a celeridade nos processos, o PJe-JT também já foi implantado nas VTs de Igarassu, Jaboatão dos Guararapes e Ribeirão. A Caixa Econômica Federal apoiou o evento.