Gisane Barbosa de Araújo


Nascida no Recife-PE, Gisane Barbosa de Araújo foi aprovada em primeiro lugar no concurso de Juiz do Trabalho Substituto do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE) de 1987, quando ingressou na magistratura. A partir de então, atuou como juíza substituta em diversas varas do Recife e também no município de Barreiros. 


Já em 1987, foi promovida pelo critério de merecimento a juíza titular de Petrolina. Ainda naquele ano, atuou como juíza titular de Palmares e Escada. Em 1989, assumiu a presidência da Vara de Goiana e, depois, a partir de 1990, da 2ª Vara de Jaboatão, 3ª do Recife, novamente 2ª de Jaboatão e, posteriormente, da 9ª, 17ª e 12ª  vara do Recife.


De 1994 até julho de 2001, foi convocada para substituir no Pleno do Tribunal. Em agosto de 2001, pelo critério de merecimento, foi nomeada desembargadora do TRT-PE.  Gisane Barbosa atuou como corregedora do Regional no biênio 2011/2013 e foi presidente entre 2015 e 2017. Recebeu homenagens como a Medalha Conselheiro João Alfredo Correa de Oliveira, na categoria mérito judiciário, em 1998. 


Participou das Comissões de Concurso para o Cargo de Juiz do Trabalho Substituto nos anos de 1995, 1996, 1997, 1998, 2003 e 2009.


A desembargadora foi agraciada com as comendas José Guedes Correa Gondim Filho (2005), da Academia Pernambucana de Direito do Trabalho;  João Pinheiro Lins, do Instituto de Advogados de Pernambuco (2016); Juiz Eurico de Castro Chaves, do TRT6. Também integrou as comissões de Regimento Interno do TRT, de Vitaliciamento de juízes e compôs o Conselho da Escola Judicial.