GRUPO DE SERVIDORES USA FORMAS ALTERNATIVAS PARA CHEGAR AO TRABALHO

Deslocar-se de automóvel no Recife, como em todas as grandes cidades, vem sendo um exercício de paciência. Para fugir do estresse do trânsito, aproveitar melhor o tempo e ainda colaborar com a questão ambiental, um grupo de servidores do TRT6 está usando cada vez menos o carro para ir ao trabalho. A bicicleta, o ônibus e mesmo o deslocamento a pé têm sido os modos encontrados para contribuir com a melhoria da cidade.

Para Graça Vassalo, do Serviço de Pagamento, os dez quilômetros entre sua residência, que fica em Boa Viagem, e a sede do TRT6, no Recife Antigo, não constituem um problema para ela fazer o percurso de bicicleta. Graça usa a ciclovia de Boa Viagem, passa por Brasília Teimosa e chega ao Parque das Esculturas de Brennad, quando então faz a travessia de barco para o Marco Zero, seguindo daí para o Tribunal novamente de bicicleta.

Outro servidor que fez a opção por um meio alternativo de transporte foi Sílvio Pinto, também do Serviço de Pagamento. Consciente de que alguma coisa precisa ser feita para diminuir o caos urbano, ele alterna o uso de ônibus, bicicleta e caminhada para chegar ao local de trabalho. “Precisamos contribuir com a questão ambiental, ser semente do amanhã”, destaca Sílvio.

Também os servidores Nelbson Correia e Evandro Magalhães (Secretaria de Informática) são adeptos da bicicleta e usam este meio de transporte diariamente para chegarem ao TRT. Outros dois servidores que seguem para o trabalho pedalando são Cleômenes Silva e Everson Lemos (Setor de Segurança).

As soluções buscadas para fugir do uso do automóvel têm variado. Gilberto Vieira, da Secretaria de Recursos Humanos, vem trabalhar de ônibus e volta a pé para o bairro de Parnamirim. Ele já mapeou o caminho, escolhendo o melhor roteiro, o mais seguro e agradável, com maior número de árvores e menos obstáculos. A prática vem ganhando novos adeptos. “Tenho encontrado outras pessoas, daqui do Tribunal e de outros órgãos, que voltam para casa caminhando”, afirma Gilberto.

Outros servidores que aproveitam para unir o útil ao agradável, voltar para casa e desfrutar ao mesmo tempo dos benefícios da caminhada, são Ana Príncipe, Arcelino Vilar (da Coordenação de Desenvolvimento de Pessoal) e Firmino Firmo de Lima (Setor de Malotes).