Selo 100% PJe
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Galeria de fotos
  • Issuu
  • SoundCloud
  • Youtube

TRT6 FIRMA CONTRATO PIONEIRO NO JUDICIÁRIO PERNAMBUCANO

O presidente do TRT6, desembargador André Genn (E), e o presidente da Associação de Surdos de Pernambuco (ASSPE), Nelson Valença (D), acabam de firmar contrato de prestação de serviço para digitalização de processos. “Importante colaborar nessa inserção de pessoas, ser instrumento de ultrapassagem de barreiras criadas pelos humanos”, comemorou André Genn, durante a celebração do contrato. “Feliz e aliviado”, foi assim que Valença se expressou, ao reafirmar que surdos estão aptos a trabalhar, não somente nas gôndolas de supermercados, mas cumprindo tarefas mais especializadas.

Trata-se de iniciativa pioneira no Judiciário de Pernambuco, que prevê a contratação de 21 trabalhadores portadores de deficiência auditiva, vinculados a uma instituição sem fins lucrativos. A prestação de serviços, de caráter operacional, acontecerá num prazo de um ano, e se refere à digitalização de cerca de 4 mil processos, com média de 2,5 volumes, cada um com 400 páginas, equivalendo a uma quantidade estimada de duas milhões de folhas a serem digitalizadas.

Cada prestador de serviços terá uma jornada de seis horas diárias, à exceção do supervisor, que trabalhará oito horas diárias. O trabalho será executado nas dependências do TRT6, que fornecerá, ainda, mobiliário, equipamentos, acessórios, softwares, estações de trabalho e materiais de consumo. A Associação de Surdos de Pernambuco (ASSPE) atende a 300 associados, do Recife e também do interior do estado.