TRIBUNAL DECLARA ILEGAL GREVE DE TRABALHADORES DE SUAPE

O Pleno deste Regional, em sessão realizada na manhã desta terça (29), julgou abusiva a greve declarada por trabalhadores do Complexo Portuário Industrial de Suape e determinou que retornem ao trabalho amanhã, sob pena de multa diária de 5 mil reais. Os magistrados também votaram pelo reajuste do adicional de horas extras do sábado para o percentual de 100% e pelo aumento do valor do auxílio-alimentação para o valor de 160 reais.

A declaração de ilegalidade se deu na apreciação de dois dissídios coletivos: um deles tendo como partes o Consórcio RNESTE/CONEST e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco – SINTEPAV/PE - e o outro tendo por partes o SINTEPAV/PE e o Sindicato Nacional da Indústria de Construção (SINICON). Os dissídios foram reunidos e julgados conjuntamente, por serem correlatos.