Selo 100% PJe
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Galeria de fotos
  • Issuu
  • SoundCloud
  • Youtube

ACORDO IMPEDE QUE SEDE E ESTÁDIO DO NÁUTICO SEJAM LEILOADOS

Um acordo de parcelamento de dívida foi realizado entre os advogados do Clube Náutico Capibaribe e do ex-jogador Josenildo Caetano da Silva, conhecido como Nildo, nesta quinta-feira, impedindo que a sede do clube, com todos os seus equipamentos, inclusive o estádio, fosse levada a leilão pela Justiça do Trabalho no próximo dia 15. O acordo foi homologado pela 14ª Vara Trabalhista onde tramitava a ação.

O processo em questão, de nº. 794/2008-7, movido por Nildo, referia-se ao não pagamento de salários, 13º, férias e de premiação pelo acesso do Náutico à Série A, em 2006. A dívida original era de R$ 174 mil. Atualizada no último dia 23 de abril, este valor passou para R$ 279.592,99. Por outro lado, o valor do imóvel foi avaliado em R$ 60 milhões. Diante de inúmeras tentativas infrutíferas de conciliação, o TRT de Pernambuco havia incluído o imóvel entre aqueles que irão à hasta pública no final da Semana Nacional de Execução Trabalhista que vai ser iniciada no próximo dia 11 e será encerrada no dia 15 com a realização de um grande leilão.