Selo 100% PJe

PRESIDENTE ANDRÉ GENN RECEBE HOMENAGEM EM ÚLTIMA SESSÃO DO PLENO DE SUA GESTÃO

Desembargador André Genn buscou construir um diálogo permanente

Os desembargadores que integram o Tribunal Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região prestaram homenagem ao presidente, desembargador André Genn, que presidiu na terça-feira (29/01) a última sessão plenária de sua gestão.

Em nome dos desembargadores, falou a decana do Regional, desembargadora Eneida Melo, que ressaltou o grande impulso que o presidente André Genn deu ao TRT-PE com a implantação do Processo Judicial Eletrônico, a inauguração de novas Varas e a implantação do quadro de pessoal. “Agradecemos pela manutenção e solidificação da imagem do nosso TRT como um tribunal de referência”, disse Eneida Melo.

Depois, quebrando o protocolo antes acertado, de maneira informal os desembargadores se sucederam apresentando agradecimentos e fazendo referências elogiosas à gestão do biênio 2011-2013.

Desembargadores homenagearam o presidente André Genn, que conclui a gestão do biênio 2011-2013

Associaram-se à homenagem o procurador-chefe da PRT6, Fábio Farias, e o juiz presidente da Amatra VI, André Machado, que ressaltou “a tranquilidade e o equilíbrio com que o desembargador André Genn conduziu sua administração”.

“Procurei uma convivência elevada, salutar, construindo uma ponte de diálogo”, afirmou o presidente André Genn, definindo uma característica que buscou imprimir à sua gestão e agradecendo as homenagens.

O presidente André Genn agradeceu o apoio recebido de todos os desembargadores durante os dois anos em que conduziu o destino administrativo do Tribunal e destacou a sintonia de gestão que houve entre a Presidência, a Vice-Presidência, com a desembargadora Maria Helena, e a Corregedoria, dirigida pela desembargadora Gisane Araújo.

Corrgedora, desembargadora Gisane Araújo, agradeceu o apoio recebido durante a gestão

Emocianado, o desembargador André Genn revelou um sentimento não de alívio, mas de paz, por haver cumprido um ciclo no Tribunal, o que considera uma honra muito grande. “É uma enorme felicidade ver a estrutura do Tribunal funcionando bem”, declarou.

André Genn agradeceu a todo o corpo funcional da Sexta Região, que deu as respostas necessárias às diversas ações realizadas ao longo dos dois anos de gestão.

Frisou o presidente que “nenhuma decisão crucial foi tomada sozinha” e anunciou total entusiasmo com o retorno aos julgamentos na Segunda Instânica. “Volto à bancada com muita determinação”, concluiu.

Vice-Presidente, desembargadora Maria Helena, destacou a administração compartilhada do presidente André Genn

“Encontrei amplo apoio e segura orientação do presidente André Genn todas as vezes que precisei assumir a Presidência”, disse a desembargadora Vice-Presidente, Maria Helena Guedes Soares de Pinho Maciel.

Na sessão o Pleno aprovou, por proposição da Corregedoria, mudança no zoneamento de juízes substitutos. Com isso, pelo volume de processo, a 3ª Vara de Ipojuca e a 5ª de Jaboatão passam a contar com o apoio de juízes substitutos zoneados, que se deslocam do fórum de Caruaru e Petrolina. A corregedora apresentou ainda a redação que atualiza o provimento sobre a tramitação processual, o que será futuramente apreciado pelo Pleno. Por fim, a corregedora, desembargadora Gisane Araújo, agradeceu a todos os desembargadores a colaboração durante os dois anos de gestão e destacou o apoio que recebeu do presidente André Genn no desenvolvimento das ações da Corregedoria.