Selo 100% PJe

Ações do TRT-PE impactam positivamente sociedade e meio ambiente

Durante este mês de março, o Setor de Gestão Socioambiental do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE) ganha destaque pelo apoio ao Projeto Costura Cidadã, que promove a capacitação de mulheres em situação de vulnerabilidade, e pelo lançamento da campanha de #NÃOÉMITO, voltada para arrecadação de lacres de metal.

Fotografia de duas mulheres costurando

O total de 84 sacolas de brim utilizadas pelo Tribunal para transporte de correspondências, documentos e outros materiais, que já estavam em estado inservível, foram doadas ao Projeto Costura Cidadã para reaproveitamento do tecido nas aulas de costura. Além disso, o Regional reverterá valores auferidos com a arrecadação de produtos eletrônicos obsoletos e com a coleta seletiva de papel para viabilizar a abertura de nova turma desse curso profissionalizante em 2019.

O Projeto Costura Cidadã é promovido por uma parceria do Centro de Educação Comunitária e Social do Nordeste (Cecosne) e a ONG Moradia e Cidadania e se destina a capacitar e inserir no mercado de trabalho mulheres de baixa renda. O TRT-PE mantém termo de cooperação com a ONG Moradia e Cidadania desde 2016.

Ilustração com texto #Não É Mito, imagem de lacres de metal e fotografia de criança na cadeira de rodas

O Setor de Gestão Socioambiental também lançou a campanha de arrecadação de lacres de alumínio – aqueles das latas de metal – a serem destinados ao Instituto Entre Rodas, que, por sua vez, utiliza a quantia auferida com a reciclagem desse material para adquirir cadeiras de rodas para crianças e adolescentes, entre cinco e 14 anos. Os equipamentos são personalizados para as medidas de cada beneficiário e construídos com alumínio especial, para serem mais leves, permitindo maior autonomia do usuário. O Instituto reforça que só são pedidos os lacres, porque a reciclagem de latas funciona como fonte de renda para muitas famílias.

Foram montados pontos de coleta no prédio-sede do TRT-PE, no Fórum das 23 Varas do Trabalho do Recife (Imbiribeira) e no Fórum Trabalhista de Carpina, confeccionados a partir de garrafões d’água de 20L, com validade expirada, e estrados de madeira que seriam descartados. A chefe do Setor de Gestão Socioambiental, Adriana Freire, sinaliza que também serão disponibilizados coletores para outras unidades do Tribunal.

Como ajudar?

Colabore com a ONG Moradia e Cidadania descartando materiais eletrônicos e mídias digitais, como computadores, celulares, teclados, mouses, CDs, DVDs, pen drive e carregadores em um dos pontos de coleta do TRT-PE:

  • Térreo do prédio-sede to TRT-PE - Cais do Apolo, nº 739, Bairro do Recife, Recife-PE;
  • Fórum Advogado José Barbosa de Araújo – Av. Marechal Mascarenhas de Morais, nº 4631, Imbiribeira, Recife-PE;
  • Secretaria de Tecnologia da Informação – Rua Motocolombó, nº 310, Afogados, Recife-PE;
  • Fórum Trabalhista de Jaboatão dos Guararapes – Estrada da Batalha, 1285 - Jardim Jordão, Jaboatão dos Guararapes-PE;
  • Fórum Trabalhista de Olinda – Rodovia PE-15, Km 4,8, Cidade Tabajara, Olinda-PE;
  • Fórum de Paulista – Travessa do Sabugi, S/N, Nobre, Paulista – PE;
  • Fórum Trabalhista de Igarassu – Avenida Antônio Vicente Novelino, S/N, Santo Antônio, Igarassu-PE.

Ou papel, nas caixas de papelão instaladas dentro das unidades do Tribunal, e nos coletores azuis nos vários Fóruns e no prédio-sede.

E apóie o Instituto Entre Rodas, depositando lacres de metal nos garrafões instalados no:

  • Térreo do prédio-sede to TRT-PE - Cais do Apolo, nº 739, Bairro do Recife;
  • Corredor das varas no Fórum Advogado José Barbosa de Araújo – Av. Marechal Mascarenhas de Morais, nº 4631, Imbiribeira;
  • Fórum Trabalhista de Carpina – Rua Martinho Francisco, S/N Cajá.

Mais informações:

Setor de Gestão Socioambiental         

(81) 3225 1312

socioamb@trt6.jus.br