Selo 100% PJe
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Galeria de fotos
  • Issuu
  • SoundCloud
  • Youtube

Desembargadora Nise fala da Semana da Conciliação


Na abertura da 5ª edição da Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, a desembargadora Nise Pedroso, coordenadora do Centro de Conciliação (Cejusc) da 2ª Instância do Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região (TRT-PE), deu entrevistas, na manhã desta segunda-feira (27), marcando o início da campanha, que segue até a sexta (31).

Pela manhã, a desembargadora conversou com Clarissa Góes, no Bom Dia Pernambuco (Globo), com a Rádio RBC, pelo telefone, e com Leonardo Baltar (para a TV e a Rádio Jornal do Commércio). Todas as entrevistas foram dadas ao vivo, em frente ao Cejusc da 2ª Instância, na sede do TRT-PE (Cais do Apolo, 739).


BDPE Clarissa Góes entrevista a desa. Nise Pedroso


Desa. Nise conversa com Leonardo Baltar


As partes e advogados interessados em encerrar processos por meio de acordo podem requerer a marcação de uma audiência num dos seguintes canais:

Preenchendo o formulário virtual (link externo) (link externo);

Contatando um dos quatro Cejusc do TRT-PE:

- Cejusc Recife – (81) 3232 4726 / 3232 4763; nucleo.conciliacao@trt6.jus.br; Fórum Advogado José Barbosa de Araújo, av. Marechal Mascarenhas de Morais, 4631, Imbiribeira, Recife-PE.

- Cejusc Olinda – (81) 3429 0381; cejuscolinda@trt6.jus.br; Rodovia PE-15, Km 4,8, Cidade Tabajara , Olinda – PE.

- Cejusc Jaboatão dos Guararapes – (81) 3341 0919, cejuscjaboatao@trt6.jus.br; Estrada da Batalha, 1200, Prazeres, Jaboatão dos Guararapes-PE.

- Cejusc 2º grau – (81) 3225 3460, cejusc.segundograu@trt6.jus.br, prédio-sede - Cais do Apolo, 739 - Bairro do Recife - Recife - Pernambuco - CEP 50030-902. Homologa acordos em processos que tramitam no 2º grau do TRT-PE.

- Contatando a Vara do Trabalho onde tramita o processo.

Além disso, durante todo o evento essas unidades estarão abertas para analisar e homologar acordos, bastando que as duas partes processuais compareçam juntas e levem sua proposta. Nesse caso, não é necessário o agendamento.

A conciliação é um dos pilares da Justiça do Trabalho. Embora a campanha dure apenas uma semana, interessados em conciliar podem requerer o agendamento de audiência de tentativa de acordo durante todo o ano, em qualquer fase do processo, inclusive na execução.