TRT-PE participa de homenagem ao Tribunal de Justiça

Desa. Eneida Melo representou o presidente do TRT-PE, Valdir Carvalho

A desembargadora decana do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE), Eneida Melo Correia de Araújo (representando o presidente, desembargador Valdir Carvalho), participou, na noite dessa terça-feira (5), da sessão solene na Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) para entrega da Medalha Joaquim Nabuco – Classe Ouro Pessoa Jurídica – ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

Solenidade foi conduzida pelo presidente da Alepe, Eriberto Medeiros

Abrindo a solenidade, o presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros, autor da resolução 1576/2019, que propôs a homenagem, ressaltou que o TJ vem contribuindo, ao longo do tempo, para a consolidação dos diretos fundamentais, efetivação da cidadania e desenvolvimento social. “O Poder Judiciário tem conseguido, com muito trabalho, fomentar um sentimento de justiça, contribuindo para uma sociedade mais igualitária e investindo em teletrabalho, processo eletrônico e inteligência artificial, contudo sem perder o humanismo”.

Des. Adalberto Melo destacou atuação dos que fazem o TJ

O presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, agradeceu a homenagem em nome da instituição, dedicando a comenda aos magistrados servidores, prestadores de serviços, estagiários, voluntários e parceiros do Legislativo, do Executivo e da sociedade civil, responsáveis por aproximar a Justiça da população. “Trabalhamos por um Judiciário presente na vida de cada pessoa, com foco na construção de um futuro justo, pois assumimos o papel digno de enfretamento de desigualdades e injustiças, promovendo a paz social e a manutenção do Estado democrático de direito, fundamentais para uma convivência sadia”.

A mesa de honra foi composta pelo presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros; pela desembargadora decana do TRT-PE, Eneida Melo (representando o presidente Valdir Carvalho); pelo procurador-geral do Estado, Ernani Medicis (representando o governador Paulo Câmara); pelo conselheiro Carlos Neves (representando o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Marcos Coelho Loreto); pelo defensor público do Estado, José Fabrício Silva Lima; pelo subprocurador Valdir Barbosa Júnior (representando o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros); e pelo presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo.

A Orquestra Criança Cidadã executou hinos e canções durante a solenidade

TJPE

O Tribunal de Justiça de Pernambuco foi criado em 1821, por Dom João VI, e efetivamente instalado em 13 de agosto de 1822 – a quarta corte mais antiga do país. Composto por 52 desembargadores, cerca de 500 juízes e mais de 6 mil servidores, tem competência para processar e julgar, originariamente, o vice-governador, secretários, juízes e membros do Ministério Público e, nos crimes comuns, para processar e julgar os deputados estaduais, dentre outras atribuições. A atual mesa diretora é composta pelos desembargadores: Adalberto de Oliveira Melo (presidente); Cândido José da Fonte Saraiva de Moraes (primeiro vice-presidente); Antenor Cardoso Soares Júnior (segundo vice-presidente); e Fernando Cerqueira Norberto dos Santos (corregedor-geral).

Cerimônia foi prestigiada por deputados, magistrados, servidores e advogados

Medalha

Maior e mais tradicional honraria da Alepe, a comenda foi instituída pela resolução 809/1968, em referência ao abolicionista e patrono do Poder Legislativo estadual Joaquim Nabuco, e há mais de 50 anos homenageia homens, mulheres e instituições de elevado espírito público que prestam significativos serviços ao povo pernambucano.

Matéria de teor meramente informativo, sendo permitida sua reprodução mediante citação da fonte.

Divisão de Comunicação Social

Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região (TRT-PE)

(81) 3225-3216

imprensa@trt6.jus.br

Texto/fotos: Fábio Nunes