Desembargador discute futuro do trabalho


Tema de que estudiosos, governantes, as classes patronal e trabalhadora têm se ocupado na contemporaneidade, o futuro do trabalho esteve na pauta desta terça-feira (11), no quadro Debate, no programa Super Manhã, de Geraldo Freire, na Rádio Jornal, no dial 90.3. 

Ao lado de dois outros debatedores, Cláudio Marinho, ex-secretário de Planejamento e Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente do estado de Pernambuco e um dos fundadores do Porto Digital, e Aluísio Lessa, atual secretário da pasta de Ciência, Tecnologia e Inovação do Executivo pernambucano, o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT6) Fábio Farias discutiu o complexo assunto do mundo do trabalho no futuro. 

Na visão do desembargador, não há o que discutir sobre as óbvias vantagens das modernas tecnologias, citando o exemplo do Processo Judicial Eletrônico (PJe) da Justiça do Trabalho. “O primeiro processo eletrônico do TRT6 tem 50 mil páginas. Imagine-se isso se fosse no modelo convencional, de papel? Só para rubricar e numerar as folhas quantos pessoas seriam necessárias?”. Mas Fábio Farias considerou também os aspectos mais complexos da questão, perguntando onde vão conseguir colocação os cobradores que estão sendo substituídos por sistema eletrônico de bilhete, e mesmo os motoristas num espaço de tempo não muito longo. O desembargador chamou a atenção ainda para o fato de que o índice de desemprego não decorre exclusivamente das mudanças tecnológicas. Ele cita possibilidades de postos de trabalho que poderiam ser criados para mão de obra não especializada, como investimento do poder público em saneamento, já que o déficit do serviço chega a 58% no Brasil. 

Segundo Cláudio Marinho, por contraditório que pareça, a robotização cria empregos, mas vagas que exigem alta qualificação. O secretário Aluísio Lessa disse que as universidades precisam estar atentas às exigências do mercado e, nesse sentido a Universidade de Pernambuco (UPE), já planeja uma nova modalidade de cursos de informática, baseados em residência tecnológica. 

Matéria de teor meramente informativo, sendo permitida sua reprodução mediante citação da fonte.
Divisão de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região (TRT-PE)
(81) 3225-3216
imprensa@trt6.jus.br


Texto e foto: Eugenio Jerônimo