Selo 100% PJe

Realizada correição ordinária na 5ª VT do Recife

Dando continuidade ao calendário de correições ordinárias nas unidades jurisdicionais do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE), a desembargadora corregedora, Maria Clara Saboya, comandou, no dia 17, a verificação dos procedimentos na 5ª Vara do Trabalho do Recife. Devido à pandemia do novo coronavírus, os trabalhos aconteceram por intermédio de videoconferência. Também participaram da reunião virtual o juiz titular, Hélio Luiz Fernandes Galvão, a juíza substituta, Necy Lapenda Pessoa de Albuquerque de Azevedo, o secretário da Corregedoria, Luciano José Falcão Lacerda, o diretor de Secretaria, Henrique José Lins da Costa, e os demais servidores lotados na vara.

A unidade inspecionada atingiu as Metas do CNJ* 1, 2, 5, 6 e 7, estabelecidas para o ano de 2019, com ênfase para a meta 7 (Identificar e reduzir em 2% o acervo dos dez maiores litigantes em relação ao ano anterior), em que se observou o resultado de 137,9% em relação ao percentual estabelecido.

Como forma de reconhecer este desempenho, nos anos de 2018 e 2019,  a 5ª Vara do Trabalho do Recife foi agraciada com o  “Prêmio metas do CNJ”, na categoria diamante (entregue às unidade que atingem seis metas). A honraria foi instituída pela Corregedoria através do Ato TRT6-CRT nº 01/2020.

Confira outros aspectos levantados pela correição:

Com relação à última correição realizada, foram verificadas a redução do quantitativo de novas ações em 26; a redução do prazo médio para julgamento em 4 dias; a redução do prazo médio (em dias corridos), na fase de conhecimento, em 70 dias, na fase de liquidação, em 6 dias, e na fase de execução, em 637 dias; e redução do saldo remanescente em 372 processos.

Foram constatadas, dentre outras boas práticas, a inserção habitual de processos na fase de execução em pauta para tentativa de conciliação, inclusive com pauta paralela durante a Semana Nacional de Conciliação; a liquidação pela contadoria, suprimindo o oferecimento de cálculos pelas partes no tocante às sentenças prolatadas, eventualmente, de forma ilíquida; a reciclagem periódica dos procedimentos do PJe para todos os servidores da Vara, estimulando a equipe a conhecer todo o trâmite e fluxo do PJe, de maneira a evitar “nós de desvio” e eventuais inconsistências com relação ao e-Gestão; e o uso da ferramenta eletrônica CCS (disponível no Sistema BacenJud), com bons resultados, na hipótese de verificação da existência de indícios de fraude à execução.

Em relação ao Índice Nacional de Gestão de Desempenho da Justiça do Trabalho – IGEST, instituído pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho, no âmbito deste Regional, no período de referência de 01/04/2019 até 31/03/2020, a unidade jurisdicional alcançou a 33ª classificação geral, sendo a 35ª em relação ao acervo; 19ª quanto à celeridade; 64ª no tocante à produtividade; 30ª no pertinente à taxa de congestionamento; e 25ª em relação à força de trabalho, conforme divulgação oficial, obtida através do e-Gestão (TST/CGJT – os dados foram atualizados até 08/05/2020).

* Metas do CNJ 2019:

Meta 1: Julgar quantidade maior de processos de conhecimento do que os distribuídos no ano corrente

Meta 2: Identificar e julgar até 31/12/2019, 92% dos processos distribuídos até 31/12/2018, nos 1º e 2º graus.

Meta 3: Manter o índice de conciliação na fase de conhecimento, em relação ao percentual do biênio 2016/2017.

Meta 5: Baixar quantidade maior de processos de execução do que o total de casos novos de execução no ano corrente.

Meta 6: Identificar e julgar até 31/12/2019, 98% das ações coletivas distribuídas até 31/12/2016 no 1º grau e até 31/12/2017 no 2° grau.

Meta 7: Identificar e reduzir em 2% o acervo dos dez maiores litigantes em relação ao ano anterior.

Obs.: Acima estão apenas as metas referentes à produtividade válidas para Justiça do Trabalho.

Obs.: Acima estão apenas as metas referentes à produtividade válidas para Justiça do Trabalho.

---

Matéria de teor meramente informativo, sendo permitida sua reprodução mediante citação da fonte.
Divisão de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região (TRT-PE)
(81) 3225-3216

imprensa@trt6.jus.br
Texto: Gutemberg Soares / Foto: cortesia