Selo 100% PJe

Tribunal escolhe dirigentes para o biênio 2021-2023

Desembargador Valdir Carvalho preside sessão extraordinária


Em sessão extraordinária, realizada de forma mista (com alguns integrantes presencialmente e outros de modo remoto) na manhã desta sexta-feira (23), o Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região elegeu os novos dirigentes que vão conduzir a administração da corte no biênio 2021/2023. Por unanimidade, com o voto dos 19 integrantes do Pleno, foi eleita a desembargadora Maria Clara Saboya Albuquerque Bernardino – atual corregedora –, para o cargo de presidente, com a desembargadora Nise Pedroso Lins de Sousa, no de vice-presidente. O desembargador Ruy Salathiel de Albuquerque e Mello Ventura foi escolhido para a função de corregedor. A posse da nova mesa diretora está prevista para acontecer em fevereiro de 2021. 


Depois de anunciar o resultado da eleição, o presidente do TRT-PE, desembargador Valdir Carvalho, saudou os colegas escolhidos para a futura gestão. Revelou que nutre admiração “pela forma ética com que norteiam suas vidas pessoal e profissional”. Desejou-lhes serenidade no novo lugar de responsabilidade e afirmou: “Não lhes faltarão coragem e disposição para enfrentar os desafios porque sei que há em cada um a vitalidade e a bravura que os cargos de direção exigem”. Na saudação, colocou-se à disposição para colaborar com os recém-eleitos. Ressaltou o relevante papel que terão os futuros gestores, “ainda mais neste momento histórico de pandemia, cujas marcas farão registro na vida de trabalhadores, empresários e na própria sociedade” e acrescentou que “os grandes dilemas humanos que ofereceram dor e sofrimento também ofereceram importantes janelas de oportunidade e maturação”. 


O presidente Valdir Carvalho manifestou agradecimento pela atuação cooperativa das desembargadoras com as quais divide a direção atual do TRT-PE (2019-2021), Dione Furtado (vice-presidente) e Maria Clara Saboya (corregedora). Sublinhou por último a relação de amizade com os integrantes do Tribunal Pleno, finalizando com um pensamento de Sócrates: “Para conseguir a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolvermos em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos.” 


Decana do Tribunal, a desembargadora Eneida Melo, fez a saudação à nova mesa diretora. No início de suas palavras agradeceu a forma serena com que o presidente Valdir Carvalho vem conduzindo a administração da corte nestes difíceis tempos de pandemia, garantindo o direito dos cidadãos com o retorno gradual do atendimento presencial e ao mesmo tempo com cuidado extremo voltado a magistrados e servidores. Em seguida, felicitou os eleitos. “Quero parabenizar muito e dizer que vocês são chamados em um momento tão difícil a assumir a direção da corte. É um momento em que a esperança e a fé em Deus são fundamentais. E sei que não falta a vocês nem fé nem esperança”. Encerrou conclamando a nova mesa diretora a manter o diálogo tanto interno quanto com outras instituições, as relações democráticas e a atenção para com todos que procuram o Judiciário trabalhista. 

Novos dirigentes. Maria Clara Saboya (presidente), Nise Pedroso (vice) e Ruy Salathiel (corregedor)


Escolhida para presidir o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região ao longo do biênio 2021-2023, a desembargadora Maria Clara Saboya Albuquerque Bernardino lembrou, emocionada, a longa história que mantém com o Tribunal. “Quero primeiro agradecer de coração a todos”, disse. A seguir, apresentou a perspectiva árdua que se apresenta: “Os desafios não são poucos, enfrentaremos a era pós-pandemia, que com certeza nos reservará surpresas, boas e más. Hoje o TRT6 não se limita à resolução de processos e à entrega da prestação jurisdicional. A ampliação de nossas atividades não para”, constatou. “Conto com a cooperação e a união dos colegas. Um tribunal unido é um tribunal forte”, arrematou. 


Ruy Salathiel de Albuquerque e Mello Ventura, que vai exercer a Corregedoria Regional, agradeceu a confiança depositada pelos pares, afirmou estar ciente da responsabilidade do cargo, “responsabilidade que só aumentou com o desempenho da presente gestão”, disse. Assinalou que tem expectativa positiva “O objetivo é seguir a mesma linha apresentada pela desembargadora atual, Clara Saboya. A ideia é fazer um esforço para manter o nível do desempenho da Corregedoria. As portas estarão sempre abertas para críticas e sugestões”, concluiu. 
A futura vice-presidente, desembargadora Nise Pedroso, revelou emoção e felicidade. “O que eu sinto neste momento é orgulho sem vaidade. Orgulho entendido como um sentimento bom por pertencer a um tribunal honrado”, esclareceu. Agradeceu aos colegas pela confiança, à família, aos servidores do gabinete. “A disposição é trabalhar, como fiz durante todos esses anos”. Celebrou também o fato de estar ao lado, na futura gestão, da desembargadora Maria Clara Saboya, com quem compartilha a caminhada no Regional há anos, e do desembargado Ruy Salathiel, “pessoa amiga, tranquila e disponível”. 


Ana Carolina Ribemboim, procuradora chefe do Ministério Público do Trabalho da 6ª Região (MPT6), destacou a sensibilidade do presidente Valdir Carvalho na administração do Regional, enfrentando com sucesso os obstáculos inesperados impostos pela situação de pandemia. Saudou os escolhidos para os cargos diretivos do Tribunal, destacando a firmeza dos julgamentos da desembargadora Maria Clara Saboya e a proficiência com as palavras e renovando o propósito de manter a articulação do trabalho entre o MPT6 e o TRT-PE. 
Presidente da Amatra6, a juíza Laura Botelho parabenizou os eleitos, referindo-se à integridade das condutas e à capacidade de trabalho, o que os habilita a realizar uma gestão com êxito. 

Veja aqui imagens da sessão. 


Matéria de teor meramente informativo, sendo permitida sua reprodução mediante citação da fonte.
Divisão de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região (TRT-PE)
(81) 3225-3216
imprensa@trt6.jus.br
Texto: Eugenio Jerônimo / Foto: Roberta Mariz/Karina Lustosa