Selo 100% PJe

Janeiro Branco

Quem cuida da mente, cuida da vida! Com essa frase nasce o movimento Janeiro Branco, inspirado em campanhas de conscientização, como Setembro Amarelo, Outubro Rosa e Novembro Azul. Idealizado pelo psicólogo Leonardo Abraão, essa “corrente do bem” inspira a valorização da saúde mental com ações simples, divulgadas nas redes sociais. Em Pernambuco, a Campanha tem Lei Ordinária específica, sob o nº 16.029, promulgada em março de 2017.

O objetivo é orientar a população sobre a importância de cuidar da mente, tanto ou até mais do que qualquer outra esfera da saúde. É romper o preconceito sobre o sofrimento e a desorganização psíquica, os sintomas comportamentais e as doenças mentais. É trazer o assunto à pauta e fazer com que as pessoas tragam à luz os seus medos, seus sofrimentos, seus pesares.

Investir na saúde mental beneficia não só a você, mas a todas as pessoas ao seu redor. O respeito, a solidariedade e a gentileza são gestos capazes de evitar o agravamento dos impactos à saúde. É preciso acolher e não segregar ou discriminar quem apresenta algum tipo de enfermidade emocional.

Da mesma forma que procuramos uma orientação em diversas áreas de nossa vida, não hesitemos em buscar apoio, aconselhamento ou mesmo um tratamento psicoterápico ao perceber sinais de desconforto psíquico, de insegurança, de tristeza, frente às tomadas de decisões sobre nossa vida e das pessoas significativas e, principalmente, em situações críticas e inesperadas que extrapolam nosso controle.

Mas por que “Janeiro Branco”? A cor branca, por ser a junção de todas as outras, simboliza a possibilidade de pintar a vida com as cores que se quer ou necessita. O branco inspira calma, paz, serenidade e estimula a harmonia em todas as esferas da vida: social, familiar, afetiva, espiritual, sexual, financeira e em outros aspectos.

Culturalmente, o início do ano é época de repensar projetos de vida. É a época de novas promessas, de se comprometer com sonhos e buscar a felicidade. O Janeiro Branco propõe investir na saúde mental a partir desse marco temporal, planejando e assumindo compromissos com sua feliz mente durante todo o ano.

Texto: psicóloga Laura Pedrosa / juíza Andréa Keust

Imagem: Victor Andrews