Selo 100% PJe
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Galeria de fotos
  • Issuu
  • SoundCloud
  • Youtube

EJud-6 conclui 9ª Jornada Institucional

Com palestras que abordaram precedentes jurídicos e utilização das plataformas digitais, a Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE) concluiu, nesta sexta-feira (19/8), as atividades da 9ª Jornada Institucional – formação continuada voltada para magistrados do TRT-6.

Ministra Morgana Richa apresentou a evolução normativa dos precedentes jurídicos

A ministra do TST Morgana de Almeida Richa abriu os trabalhos do último dia da capacitação, falando sobre “A Força Normativa do Precedente e a Rescindibilidade da Coisa Julgada no CPC/2015”. No decorrer da apresentação, ela versou sobre a multiplicidade de julgamentos e interpretações na Justiça que levaram à concepção dos precedentes jurídicos. “A demanda da sociedade por respostas céleres levou à necessidade de promovermos um sistema judicial mais acessível, efetivo e seguro”, pontuou a ministra.

Parâmetros de uso das redes sociais foram foco da explanação do ministro Aloysio Veiga

Em seguida, o também ministro do TST Aloysio Silva Corrêa da Veiga abordou “O uso das redes sociais pelos membros do judiciário”. Com base na Resolução 305/2019 do CNJ, ele alertou para os parâmetros a serem seguidos pelos magistrados nas mídias eletrônicas, de modo a compatibilizar o exercício da liberdade de expressão com os deveres inerentes ao cargo. “É preciso ter prudência ao usar os meios telemáticos, pois a rede social não é um canal privado. Assim, o juiz precisa selecionar com quem se relaciona virtualmente”, recomendou o ministro.

Apresentação cultural ficou a cargo da Orquesta de Câmara do Alto da Mina

O evento foi encerrado com a apresentação cultural da Orquestra de Câmara do Alto da Mina, regida pelo maestro Israel França. Entre as peças tocadas, a “Pequena Serenata Noturna”, de Mozart; “As Quatro Estações (Primavera)”, de Vivaldi; e uma de autoria própria, denominada “A Mina de Israel”. O projeto social, que tem apoio institucional do TRT-6, surgiu em 2015, de uma iniciativa da Igreja Batista dos Bultrins, em Olinda, e atende, atualmente, 65 jovens carentes da comunidade.

Participaram do encerramento da Jornada o diretor, a vice-diretora e a coordenadora da Ejud-6, respectivamente, desembargador Eduardo Pugliesi, desembargadora Socorro Emerenciano e juíza Wiviane Souza. Também prestigiaram o momento os desembargadores Valdir Carvalho e Sergio Torres.

Durante a semana (15 a 19/8), a Jornada tratou de temas como violência contra as mulheres, sindicalismo, atualização jurisprudencial, gestão do tempo, economia comportamental e crowdworking. Os participantes também puderam realizar uma oficina sobre execução, no penúltimo dia, que abordou pesquisa patrimonial em fontes abertas.

Veja mais fotos da Jornada.

Matéria Relacionada:

TRT-6 abre 9ª Jornada Institucional

---

Matéria de teor meramente informativo, sendo permitida reprodução mediante citação da fonte

Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6)

Divisão de Comunicação Social (DCS)

imprensa@trt6.jus.br

Texto: Fábio Nunes / Foto: Elysangela Freitas